Música

Shows

set
07
qui
Na Praia – Myrtos
Brasília - DF
Comprar
set
08
sex
Copa Vela
Paulo Afonso - BA
set
23
sáb
Reveillon Ansioso
Recife - PE
Comprar
set
24
dom
Baile infantil Pé de Maravilha
Festival da Primavera Salvador - BA

Bio/disc

Saulo

Dona Estela sempre sonhou em ter um menino. Todos os três partos onde teve meninas (Sheyla, Silvana e Shirlaine), dizia ao médico que voltaria no próximo ano para ter seu filho homem. O menino tão esperado por Dona Estela chegou ao mundo no dia 09 de setembro de 1977, pelas mãos do Dr. Saulo, nome bíblico que conquistou dona Estela e batizou o herdeiro. Saulo Jorge Fernandes Navarro de Oliveira foi apresentado sem roupa, nos braços da mãe, pelo centro da cidade de Barreiras, interior da Bahia. Dona Estela convocava toda vizinhança para conhecer o filho homem pelo qual tanto aguardou. Quatro anos depois, em 1981, nasceria Sérgio, quinto filho de Dona Estela e Seu Jorge.
Por influência da família materna, Saulo conheceu a música muito cedo. O violão estava sempre presente nas reuniões familiares. A cantoria era comandada por Bosco Fernandes, irmão de Dona Estela e cantor regional. O mesmo tio foi responsável pela primeira apresentação em público de Saulo, aos dez anos de idade, onde foi apresentado ao trio elétrico com uma participação especial, na cidade de Barreiras (BA). “Me orgulho de ter sido escolhido pela música desde bem cedo” Saulo
A música transforma-se em uma parte importante na vida de Saulo e, incentivado pelo tio Bosco, aos 14 anos grava o primeiro disco em formato LP. Batizado de “Falando de Esperança”, o trabalho reunia composições do tio e duas faixas de autoria do próprio Saulo.
Aos 18 anos muda-se para cidade de Vitória (ES) e inicia uma relação profissional com a música. Saulo cria a banda Mukeka e ganha experiência puxando blocos em trio elétrico pela primeira vez.
A volta pra Bahia veio carregada de inspiração e Saulo monta a Chica Fé. No comando do grupo ele viaja o país fazendo shows. Em 2001 grava o CD denominado “Querer”, e junto com o trabalho o passaporte para comandar seu primeiro Carnaval na Bahia. “A arte é o meu norte. Ponte pra transformação” Saulo
O desempenho do jovem cantor logo chama a atenção. Saulo então é convidado para comandar a tradicional banda Eva. Para sentir-se seguro no novo desafio, leva com ele os músicos e amigos da antiga banda, e dessa forma consegue imprimir sua identidade a cada novo trabalho. Com carisma e talento, Saulo conquista os fãs do Eva, além de milhares de novos fãs por todo país. “A história com o Eva é muito linda, mesmo. É uma história gradativa, bonita, de vencedores” Saulo
Após onze anos, seis CDs, três DVDs gravados, ganhando os prêmios de Melhor Cantor pelo segundo Carnaval consecutivo e o Prêmio da Música Brasileira na categoria Canção Popular – Grupo, pelo álbum duplo CNRT, Saulo despede-se do Eva com uma homenagem emocionante orquestrada por fãs no último dia de folia (terça-feira, dia 12). Camisas e cartazes com o nome do cantor e os dizeres: “Seguindo seus passos onde quer que vá”, tomam conta da Avenida e servem como combustível para nova etapa. Em carreira solo, com os músicos e amigos que o acompanham desde a Chica Fé, Saulo inicia mais um capítulo de sua história. Com ingressos esgotados, a gravação do primeiro CD/ DVD “Saulo ao Vivo” aconteceu nos dias seis e sete de abril, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves, em Salvador (BA). O lançamento do trabalho aconteceu em novembro, pela gravadora Universal Music.
Com direção musical de Saulo e Luiz Caldas, produção e realização da Rua 15 Produções, o ano de 2014 começou com a primeira edição do projeto "Canto da Rua". O evento gratuito levou ao Parque da Cidade em Salvador (BA) mais de dez mil pessoas ao show em homenagem ao centenário de Dorival Caymmi. O “Canto da Rua” contou ainda com mais dois domingos nos meses de fevereiro e março, homenageando o reggae da Bahia e o samba, respectivamente. Saulo recebeu logo após seu primeiro carnaval solo os principais prêmios da folia baiana (Troféu Band Folia; Dodô & Osmar e Castro Alves) como "Melhor Cantor". Em abril deu-se início à turnê do CD/DVD "Saulo ao Vivo" com direção artística de Elísio Lopez Jr., passando pelas principais capitais do Brasil.
Em sua segunda edição, o projeto Canto da Rua dessa vez rende homenagens à dois grandes nomes da música da Bahia: Raul Seixas e Os Tincoãs. O ano de 2015 traz também o lançamento de “Baiuno”, segundo disco solo de Saulo. Com direção musical de Munir Hossn e Marcelus Leone, o novo trabalho foi recebido com elogios de público e crítica. Fruto deste projeto, a ‘Turnê Baiuno’ levou para as principais cidades do Brasil as novas canções em uma atmosfera preparada para resgatar as memórias mais afetivas da infância. O show teve a direção artística de Renan Ribeiro.
Este foi um ano muito importante na trajetória de Saulo. O cantor seguiu com a terceira edição do projeto Canto da Rua, que aconteceu novamente em formato aberto ao público, desta vez, no Jardim dos Namorados, em Salvador. Foram duas edições de sucesso. A primeira, realizada em janeiro, homenageou a Tropicália. A segunda, realizada no mês seguinte, cantou a obra dos Novos Baianos. 2016 foi o ano de mais um baile infantil “Pé de Maravilha”. No Carnaval, Saulo embalou uma multidão por três dias no seu trio sem cordas, com o projeto “Pipoca de Saulo”. Saulo encerrou a turnê “Baiuno” com uma participação muito especial no Festival MASA, em Abidjan, na Costa do Marfim, onde representou a música brasileira ao lado do Ilê Aiyê. A viagem foi outra realização de um sonho do artista de conhecer e vivenciar a cultura africana, valorizando, ainda mais, as suas origens. É dada a largada na produção do CD “O Azul e o Sol”, com produção e direção musical de Adriano Gaiarsa. Encerrando o ano, Saulo estreia o primeiro ensaio de verão “Saulo Som e Sol”, no Porto de Salvador.
Álbum de textos, livro de música. Assim se apresenta o terceiro disco solo de SAULO, "O Azul e o Sol", lançado pela gravadora Universal Music. Dando continuidade ao projeto “Saulo Som e Sol”, o cantor apresenta mais três edições, também no porto de Salvador, celebrando o Axé e apresentando suas novas músicas ao lado de amigos convidados, como Netinho, Ivete Sangalo, Gilmelândia e Harmonia do Samba. Acontece mais uma edição do baile infantil “Pé de Maravilha”, feito com todo carinho para as crianças e adultos. O baile de carnaval “Saulo Som e Carnaval” também faz sucesso nos dias que antecedem a folia. No carnaval Saulo coloca sua pipoca na rua mais uma vez sem cordas, por três dias. Em Aracaju é dada a largada na turnê O Azul e o Sol”. As 16 faixas do álbum, que nasce do universo incrível da palavra e seus mistérios, ganham vida através de um concerto conceituado a partir do silêncio visual e mergulhando no mar do minimalismo e da poesia. Para traduzir essa atmosfera, Saulo deu a Direção Geral da turnê à Sandro Lopez, que convidou o renomado diretor paulista, Carlos Pazetto, para assinar a Direção Criativa do show.

Banda

Renan Ribeiro

Renan Ribeiro

Vocalista

renanribeiro_br
@renanribeiro_br
Rudson Daniel

Rudson Daniel

Percussionista

rudsondaniel
@rudsondaniel
Enio Taquari

Enio Taquari

Percussionista

eniotaquari
@eniotaquari
Marcelus Leone

Marcelus Leone

Saxofonista e produtor musical

marcelusleone
@marcelusleone
Alan Toreba

Alan Toreba

Percussionista

alantoreba
@alantoreba
Alcione Rocha

Alcione Rocha

Trumpetista

primordios
@primordios
Adriano Gaiarsa

Adriano Gaiarsa

Tecladista e diretor musical

agaiarsa
@agaiarsa
Anderson Silva

Anderson Silva

Baterista

drumanderson
@drumanderson
Ronaldo Cavalcante

Ronaldo Cavalcante

Guitarrista

ronaldocavalcantes
@ronaldocavalcantes
Léo Pinheiro

Léo Pinheiro

Baixista

imagemleo
@imagemleo
Ch

Ch

Vocalista

HenriqCh
@HenriqCh


A Rua 15 Produções nasceu com a carreira solo do cantor e compositor Saulo. Com apenas três anos no mercado, a produtora além de representar o artista em território nacional e internacional, foi a responsável pelos shows da Turnê Saulo ao Vivo durante o ano de 2014. Já em 2015, em parceria com produtoras locais, assinou todos os shows da Turnê Baiuno, segundo disco solo de Saulo. O evento passou por dez capitais brasileiras.

A Rua 15 Produções também idealizou e produziu as duas primeiras edições do projeto Canto da Rua, reunindo mais de 40 mil pessoas em Salvador. No Carnaval, a produtora foi a responsável pelos dois primeiros anos da Pipoca de Saulo, bloco sem cordas que reúne mais de 50 mil pessoas pelas ruas da capital baiana.

Em 2016, a Rua 15 uniu forças com as produtoras Online e Janela do Mundo para a produção do Verão Baiunidade. O projeto contou com dois bailes Infantis, três dias de Pipoca de Saulo e a terceira edição do Canto da Rua.

Discografia



Timeline

AIMV

Lista de Fã-clube



Projetos